Por Jonathan Stempel NOVA YORK (Reuters Life!) - A atriz Lindsay Lohan moveu uma ação contra a corretora de valores E*Trade Financial Corp., pedindo indenização de 100 milhões de dólares por alegar que um bebê viciado em leite que apareceu em um comercial recente foi inspirado nela.

Lohan afirma que a menina mostrada na propaganda, também chamada Lindsay, evoca a "aparência, nome, caracterização e personalidade" da artista sem seu consentimento, o que seria uma violação do seu direito à privacidade.

No processo aberto na segunda-feira num tribunal do Condado de Nassau, em Nova York, a atriz de 23 anos pede 50 milhões de dólares em indenização e outros 50 milhões de dólares como punição exemplar à empresa, além de exigir que a E*Trade pare de exibir o anúncio e entregue todas as cópias a ela.

Nem a advogada de Lohan nem a E*Trade quiseram comentar o assunto, noticiado inicialmente pelo jornal The New York Post.

De acordo com o jornal, a advogada Stephanie Ovadia argumentou que Lohan é uma personalidade reconhecida apenas por seu prenome, como a apresentadora Oprah (Winfrey) e a cantora Madonna.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.