Lindsay Lohan mantém trajetória errática em 2009

Lindsay Lohan mantém trajetória errática em 2009 Por Ricardo Bairos (23.dez) NOVA YORK - A trajetória de decadência de Lindsay Lohan continuou em 2009.

Agência Estado |

Apesar de não ter passado temporadas em clínicas de reabilitação este ano, a atriz e dublê de cantora tomou conta dos tablóides de fofocas em várias ocasiões: vexames em clubes, muitas brigas públicas com a namorada e vários episódios de lavagem de roupa suja com a família.

Por causa do comportamento instável, ela colocou na geladeira sua promissora carreira em Hollywood. Este ano, teve apenas um projeto nas telas - ou melhor, em DVD, para onde o filme "Meu Trabalho É um Parto" foi lançado diretamente.

A atriz virou darling do estúdio Walt Disney em 2003, com o filme "Sexta-Feira Muito Louca", e no ano seguinte, com os hits "Confissões de Uma Adolescente em Crise" e "Meninas Malvadas". A partir de 2007, sua carreira nunca mais foi a mesma, depois de duas prisões por dirigir sob o efeito de álcool e drogas e duas passagens por clínicas de reabilitação.

Na mesma época, ela estrelou "Eu Sei Quem Me Matou", filme que ganhou o Razzie, o Oscar informal para os piores filmes do ano. Em seguida, foram dois anos de hiato, apenas com "bicos" na TV, como uma participação especial no seriado "Ugly Betty", no ano passado. A ponta chegou a ser reduzida, por causa do comportamento errático da atriz no set do programa.

No cinema, ela chamou atenção apenas por suas escolhas equivocadas. A atriz chegou a ser convidada para trabalhar na comédia "Se Beber, Não Case", um dos maiores hits deste ano, pelo diretor Todd Philips. Depois de ler o roteiro, no entanto, Lohan disse que "a história não tinha potencial" e recusou o papel da "prostituta de coração" que foi interpretada no fim das contas por Heather Graham.

A impressão é que, em 2009, Lohan passou a maior parte do tempo lidando com sua relação complicada com a namorada, a DJ Samantha Ronson. No final do ano passado, as duas começaram a brigar muito em público. A atriz teria muito ciúmes das garotas que são fãs da DJ, nas festas e clubes em que ela está trabalhando. Ronson, por sua vez, não gosta de ver ex-namorados da estrela em seus eventos.

O namoro teria terminado no primeiro semestre deste ano, porque Lohan "perdeu o controle e começou a agir como uma maníaca". Ronson não gostou de ver a atriz mandar fotos topless para a mídia e aparecer bêbada em festas em Los Angeles e Nova York. Sua família também fez pressão para o fim do relacionamento.

Lohan, por sua vez, lavou a roupa suja em sua conta do Twitter e chegou a fazer ameaças para a ex-namorada e seus parentes. Ronson deu o troco ao deixar os paparazzi fotografar um chaveiro trocando todas as fechaduras de sua casa, onde as duas moravam juntas. Recado dado. Nos últimos tempos, elas voltaram a ser vistas novamente, mas ainda não se sabe se o relacionamento foi mesmo retomado.

Apesar de toda a confusão amorosa, Lohan não perdeu o senso de humor. Ela fez piada com seus problemas afetivos em um vídeo colocado no website funnyordie.com. Ela fez uma paródia do que seria seu próprio perfil no website de relacionamentos eHarmony. "Oi, meu nome é Lindsay e estou procurando o amor. Faz pouco tempo que fiquei solteira… Eu acho.

Estou procurando alguém que possa passar o resto da minha vida comigo. Ou pelo menos o resto da minha liberdade condicional." Ela também referiu a si mesma como "workaholic, shopaholic e, de acordo com o estado da Califórnia, alcoolatra".

2009 também teve uma nova tentativa de Lohan no mundo da moda. A estrela, que tem uma linha própria de leggings, pareceu ter ganhado legitimidade como designer ao ser contratada para ser "conselheira artística" da grife de prestígio Emanuel Ungaro.

Sua primeira coleção, mostrada na Semana de Moda parisiense no início de outubro, foi "destruída" pela crítica, no entanto. O "Women's Wear Daily" disse que as criações, cheias de paetês, eram "uma vergonha". "Lindsay, é hora de levar a sério a retomada da carreira de atriz."

Segundo o "New York Times", muitas roupas deixaram o público com "ansiedade". Apesar do fiasco, ela manteve o emprego. O próprio Ungaro, que não tem mais nada a ver com a grife, disse que as peças eram "um desastre". O presidente da empresa, Mounir Moufarrige, confirmou que ela "continua e tem muito trabalho para fazer". A próxima coleção "tem muito para melhorar", segundo ele, mas a participação de Lohan aumentou o "buzz" sobre a grife.

Para 2010, a expectativa é ver que Lindsay Lohan tomará conta da mídia: a "festeira", que foi eleita a pessoa mais "superexposta" de Nova York no mês passado pelo website Style.com, ou a jovem que ainda hoje é considerada uma boa atriz. No ano que vem, seu projeto mais promissor é o filme "Machete", de Robert Rodriguez. A fita, sobre o projeto de vingança de um assassino de aluguel que quase morre em uma armadilha, tem em seu elenco Rober DeNiro, Steven Seagal, Michelle Rodriguez e Jessica Alba. (Planet Pop).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG