Lina Vieira diz que não foi cobrada pela ministra Dilma

Em depoimento na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira disse hoje que nunca foi cobrada pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, sobre o suposto pedido para agilizar a investigação da Receita sobre o filho do senador José Sarney (PMDB-AP). Lina disse que também não deu retorno para a ministra.

Agência Estado |

Segundo ela, o pedido foi feito em "tom ameno, normal" e que ela, ao ser abordada, respondeu "tá bom, tá certo ministra" e foi checar o andamento do processo na Receita.

Lina voltou a dizer que nunca conversou sobre este assunto com ninguém, nem com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, nem com familiares. O líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante, questionou: "Se ela não conversou com ninguém, como dois jornalistas estavam sabendo do assunto?".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG