Liminar suspende disputa para expansão do Metrô-SP

As propostas para o edital de expansão da Linha 2 do Metrô de São Paulo foram suspensas depois que um dos consórcios participantes entrou com uma liminar na Justiça paulistana contestando sua eliminação da concorrência. As construtoras Carioca Christiani-Nielsen, Convap e Sultepa foram desclassificadas da disputa para a expansão das obras dessa linha do Metrô antes mesmo da fase de recebimento das propostas.

Agência Estado |

A liminar que o consórcio impetrou foi acatada pela 1ª Vara de Fazenda Pública de São Paulo, em decisão tomada na quarta-feira. O Metrô explicou, por meio de nota, que o consórcio foi inabilitado da concorrência por não ter atendido às condições técnicas do edital. Entretanto, a decisão da Justiça em suspender a abertura das propostas foi tomada com a justificativa de "determinar a prévia apreciação do recurso" das construtoras.

A assessoria do Metrô afirmou que os recursos estão sendo julgados pelas áreas jurídicas e técnicas da empresa e evitou comentar mais o assunto. Procurada, a Convap, construtora líder do consórcio, não se manifestou. A expansão da Linha 2 do Metrô prevê a ligação da Estação Ana Rosa a outras seis estações: Chácara Klabin, Imigrantes, Alto do Ipiranga, Sacomã, Tamanduateí e Vila Prudente.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG