Líderes afirmam desconhecer pedido de liberação de servidores do Senado

Lideranças no Senado Federal informaram nesta quinta-feira que desconheciam iniciativa para que a Mesa Diretora da Casa liberasse senadores para enviar até três servidores do Senado para atuar em escritórios nos Estados. O comando da Casa havia proibido o uso de funcionários fora das dependências da instituição no mês passado.

Sarah Barros, repórter em Brasília |

O presidente do Senado, senador José Sarney (PMDB-AP), afirmou nesta tarde que a liberação foi feita em atendimento a um abaixo-assinado dos líderes. Durante o pronunciamento de Sarney, o líder do DEM, senador José Agripino (RN), afirmou que não sabia da iniciativa e discordava da liberação.

O líder do PT, senador Aloízio Mercadante (SP), também afirmou que desconhece o assunto. Desconheço o assunto e não fui consultado, disse. Na liderança do PSB, desempenhada pelo senador Antonio Carlos Valadares (SE), também não há conhecimento do documento.

Na Primeira-secretaria, a informação é que o documento não teria sido entregue de fato, mas a Mesa teria considerado a suposta movimentação como argumento para liberar o envio dos servidores.

Leia mais sobre: Senado

    Leia tudo sobre: senado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG