Líder dos arrozeiros volta a Roraima com festa

O líder arrozeiro e prefeito de Pacaraima (RR), Paulo César Quartiero (DEM), foi recebido com fogos e festa, ontem à tarde, no Aeroporto Internacional de Boa Vista, após passar nove dias preso na carceragem da Polícia Federal em Brasília. Ele desceu do avião acompanhado do deputado federal Márcio Junqueira (DEM-RR) e saiu em carreata pelas ruas da capital de Roraima.

Agência Estado |

Seu filho, Renato Quartiero, e os seis funcionários da Fazenda Depósito, que também estavam presos, chegaram durante a madrugada.

Quartiero foi preso pela PF em 6 de maio, acusado de posse ilegal de artefato explosivo e formação de quadrilha, um dia depois que funcionários da sua fazenda dispararam tiros e bombas caseiras contra índios ligados ao Conselho Indígena de Roraima (CIR) que ocupavam a propriedade. Nove indígenas foram feridos.

Na quarta-feira, ele conseguiu liberdade provisória por decisão unânime do Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

A recepção a Quartiero reuniu trabalhadores, empresários, políticos e índios que apóiam a permanência dos não-índios na reserva indígena Raposa Serra do Sol. O líder dos arrozeiros defende a demarcação da reserva, de 1,7 milhão de hectares, em ilhas e não de forma contínua.

Quartiero disse que a decisão dos desembargadores do TRF fez “justiça” à prisão “arbitrária”. Após a carreata, ele seguiu para Pacaraima, que estava sem prefeito desde sua prisão, já que o vice-prefeito, o indígena Anísio Pedrosa, foi pressionado a não assumir o cargo, por ter rompido com o arrozeiro e se aliado ao CIR, que exige a expulsão dos não-índios da reserva. “Tenho muitas coisas a resolver em Pacaraima”, disse Quartiero.

Ele considerou a multa de R$ 30,6 milhões aplicada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) “outra arma política da perseguição do governo Lula” e afirmou que não vai desistir da demarcação em ilhas nem mudar a estratégia de ação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG