Líder dos arrozeiros ficará preso na PF em Brasília

O líder dos arrozeiros da terra indígena Raposa Serra do Sol e prefeito de Pacaraima (RR), Paulo César Quartiero, ficará preso na carceragem da Polícia Federal (PF) de Brasília, à disposição do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). Segundo a assessoria da PF, Quartiero chegará ainda hoje à capital federal.

Agência Estado |

Ele foi preso ontem por porte ilegal de armas, de acordo com a assessoria. A prisão ocorreu um dia após funcionários de Quartiero terem sido acusados de balearem índios que construíam barracos na Fazenda Depósito, de propriedade dele. Quartiero lidera o movimento de resistência à retirada de não-indígenas da terra indígena.

O advogado Victor Fagundes, que defende o líder dos arrozeiros da Raposa Serra do Sol e prefeito de Pacaraima, informou que ainda será pedida na Justiça liberdade provisória para ele, segundo a Agência Brasil. Fagundes afirmou que, por enquanto, apenas Quartiero saiu de Roraima. Os outros presos, entre eles, o filho do líder dos arrozeiros Renato Quartiero e funcionários da fazenda, que também foram detidos ontem, permanecem no Estado, prestando depoimento.

Eles devem encontrar-se com César Quartiero em Manaus e seguir até a Brasília. O líder dos arrozeiros e prefeito será trazido a Brasília porque tem foro privilegiado e só pode ser julgado em tribunal federal. Conforme a PF, César Quartiero ficará à disposição da Justiça Federal, que pode requerer que ele deponha na cidade.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG