povo vai reagir até o fim - Brasil - iG" /

Líder dos arrozeiros diz que povo vai reagir até o fim

BRASÍLIA - O prefeito de Pacaraima (RR) e líder dos produtores de arroz da região, Paulo César Quartieiro, afirmou nesta quarta-feira que o povo de Roraima vai resistir em sair da terra indígena Raposa Serra do Sol. E, caso a demarcação contínua seja ratificada, disse temer que a situação evolua para um conflito armado.

Regina Bandeira - Último Segundo/Santafé Idéias |

"O povo de Roraima vai reagir às afrontas, às humilhações; e vai resistir permanecendo na área", declarou Quartieiro no intervalo do julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que avalia a demarcação das terras da reserva.

Questionado se irá acatar a decisão da Corte ainda que a decisão os obrigue a sair da terra, o líder dos arrozeiros, que acompanha de dentro do plenário do STF o julgamento, disse que irá acatar "como produtor", mas afirmou que vai ficar ao lado "do povo de Roraima e vai lutar até o fim".

O prefeito voltou a criticar o governo federal "que não fou eficiente na questão fundiária" e os organismos internacionais que estariam por trás do interesse em manter as terras em poder dos índios. "Eles são usados como marionetes para atender interesses estrangeiros", argumentou.  

Desde que uma operação da Polícia Federal iniciou a retirada, em março deste ano, de não-índios da terra, conflitos armados estouraram na região. Em abril, uma liminar do governo de Roraima pedindo a suspensão da operação, o que foi atendida pelo STF. Um mês depois, índios que invadiram uma das propriedades do líder dos arrozeiros foram expulsos a tiros. Quartiero foi preso, em flagrante, depois que agentes da PF encontraram artefatos explosivos na sua fazenda.

Leia mais sobre: Raposa Serra do Sol

Leia também

    Leia tudo sobre: raposa serra do sol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG