Líder do tráfico em Minas Gerais é preso no Guarujá-SP

A Polícia Civil do Guarujá prendeu ontem um dos bandidos mais procurados de Minas Gerais: Geraldo Magela Pereira Monteiro, vulgo Gê, de 24 anos, é acusado de comandar o tráfego de drogas na região de Juiz de Fora junto com seus irmãos mais novos - Alexandre Marcos Monteiro, o Nanim, e Peterson Pereira Monteiro, o Zóio, que continuam foragidos. Os três irmãos e mais 12 pessoas da quadrilha foram presas em novembro do ano passado durante a operação Metralha, realizada pelas polícias militar e federal de Minas e que recebeu esse nome em alusão aos Irmãos Metralha.

Agência Estado |

Entretanto, os três irmãos conseguiram habeas corpus em fevereiro e fugiram de Minas Gerais. A prisão preventiva de Gê foi decretada em junho.

Gê foi preso por volta das 14h de ontem no apartamento de alto padrão, há 200 metros da praia das Astúrias, em que estava morando com a mulher há cerca de um mês. A polícia chegou até ele através do serviço de inteligência. Durante uma semana, os investigadores da Delegacia Sede do Guarujá realizaram campana em frente ao edifício de Gê e o filmaram da varanda para ter certeza de que se tratava do bandido procurado.

Ao ser detido, ele não apresentou resistência, e nenhum pertence suspeito, como drogas ou armas, foi encontrado em sua casa. Segundo a Polícia Civil, ele não estava atuando no crime do Guarujá e tentava levar uma vida calma para despistar a polícia.

Acusado de tráfico de entorpecentes, associação para o tráfico, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e homicídio de rivais, Gê está na carceragem anexa ao 1º. Distrito Policial do Guarujá e segundo o delegado titular do município, Claudio Rossi, deverá ser levado para Minas Gerais em breve.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG