Líder do PT na Câmara critica oposição por pedir punição de Dilma ao TSE

BRASÍLIA - O líder do PT na Câmara, deputado Maurício Rands (PE), afirmou nesta quarta-feira que a iniciativa do DEM e do PSDB de ingressar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com uma representação contra a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, demonstra a fraqueza da oposição do País.

Agência Brasil |

"Em vez de discutir projetos e propostas para solucionar os problemas da população, a oposição insiste na judicialização da política, pretendendo que o Judiciário substitua os formuladores das políticas públicas", disse Rands.

Hoje, os partidos de oposição protocolaram no TSE uma representação contra Dilma Rousseff, alegando que ela fez propaganda eleitoral antecipada durante o encontro de prefeitos, realizado nos últimos dias 10 e 11 , em Brasília.

Para o líder petista, o encontro com os gestores municipais faz parte de uma "agenda positiva" de incentivo ao diálogo entre os governos federal e municipais. "Reagir contra um encontro de ministros com novos prefeitos eleitos para discutir os programas de parceria entre os governos federal e municipais é ficar contra um modelo de gestão que, efetivamente, a oposição, quando foi governo, nunca praticou".

    Leia tudo sobre: tse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG