Brasília - O líder do governo na Câmara dos Deputados, Henrique Fontana (PT-RS), criticou nesta quinta-feira a libertação do banqueiro Daniel Dantas, preso por suposto envolvimento em um esquema de desvio de recursos públicos, desarticulado pela Polícia Federal.

"Temos de nos focar no crime investigado pela Polícia Federal. Se o juiz pediu a prisão, eram muito fortes os indícios de participação dele. O Cacciola recebeu o habeas corpus e fugiu do Brasil. Espero que desta vez isto não ocorra", afirmou.

Ele disse ainda que o judiciário adotou uma posição divergente sobre o caso. "O mesmo judiciário se comportou de formas diferentes. Espero que ele não fuja do país e possamos concluir as investigações", disse.

A libertação do banqueiro, da irmã e de mais nove funcionários do Banco Opportunity envolvidos no esquema ocorreu às 5h.

Leia também:


Leia mais sobre: PF

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.