Líder de acampamento sem-terra é assassinado no Paraná

CURITIBA - Ademar Alves, o líder do acampamento de sem-terra 1º de Maio, no município de Bituruna, no Paraná, foi morto neste domingo após uma briga por liderança. Três pessoas foram presas, entre elas o filho de Valdemar Vaz, um outro líder do acampamento, que também é acusado de participar do crime.

Agência Estado |

De acordo com a Polícia Militar (PM), após a briga, na noite de sábado, um grupo de aproximadamente 20 pessoas chegou ao acampamento para atropelar e matar duas pessoas.

A primeira vítima não foi encontrada e o grupo seguiu para a casa de Ademar, de 48 anos. Ao chegarem, teriam disparado cinco tiros na cabeça de Alves. Como ele ainda não havia morrido, os criminosos teriam começarado a espancá-lo na cabeça, com pedaços de pau, e depois ameaçado a esposa do líder, que está grávida.

Três suspeitos foram detidos, Sebastião Ferreira da Luz; Paulo Cesar Vaz, de 17 anos - filho de Valdemar Vaz, que segue desaparecido -; e Marcos Aurélio da Silva.

Leia também:

Leia mais sobre: sem-terra - assassinato

    Leia tudo sobre: sem-terra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG