O novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, toma posse nesta quinta-feira, às 19h, em cerimônia com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele vai substituir o ministro Ayres Brito, que ocupa o cargo desde maio de 2008.

AE
Lewandowski assume presidência do TSE

Lewandowski assume presidência do TSE

Lewandowski entrou no Supremo Tribunal Federal (STF) em março de 2006, como ministro substituto, mas tornou-se membro efetivo com a renúncia de Eros Grau em maio de 2009. Antes do STF, ele foi juiz do Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo e desembargador do Tribunal de Justiça do Estado (TJ/SP).

Lewandowski assume a presidência do TSE com uma obsessão em mente: ele quer diminuir os ânimos dos políticos nas eleições de 2010. Menos denúncias e mais ideias, é o seu sonho como cidadão.

Menos partidos

O magistrado, que zelará pela escolha do presidente, de 27 governadores e de novos parlamentares, é um crítico do atual sistema político-eleitoral. De acordo com Lewandowski, há partidos demais - hoje, são 27, segundo o TSE - e programas que representem a sociedade, de menos. Temos que ter um número menor de partidos, mas que sejam autênticos, programáticos, ideológicos.

Para o ministro Ricardo Lewandowski, a primeira eleição presidencial desde a redemocratização sem Luiz Inácio Lula da Silva fará bem à campanha eleitoral. Como o presidente Lula é um homem muito carismático, talvez seja uma campanha menos personalista, menos baseada em pessoas e mais baseadas em ideias, diz, recostado na cadeira de couro preto, em sua sala, no quarto andar da mais alta corte do país. ( veja entrevista concedida ao iG )

Cármen Lúcia

Também toma posse nesta quinta-feira, como vice-presidente do TSE, a ministra Cármen Lúcia. Ela chegou ao STF em junho de 2006 e se tornou ministra substituta do TSE em abril de 2008. Cármen iniciou carreira jurídica como procuradora de Minas Gerais, tendo sido procuradora-geral do Estado no governo Itamar Franco.

O presidente do STF, Gilmar Mendes, e o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, participam da solenidade.

Leia mais sobre TSE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.