Um levantamento da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo revelou que, em 2008, cerca de 10 mil idosos foram internados com fraturas no fêmur provocadas por uma queda. De acordo com avaliação da secretaria, 30% dos 3 milhões de idosos paulistas já sofreram queda ao menos uma vez por ano.

Ao todo, foram mais de 20 mil idosos internados após sofrerem queda em São Paulo.

Para conscientizar a população, os Centros de Referência do Idoso, ligados à secretaria, realizam atividades que incluem palestras com especialistas e testes que avaliam o risco de sofrer queda. Na zona norte de São Paulo, hoje e sexta-feira, idosos podem fazer uma aula da ginástica Lian Gong, uma atividade física realizada com bolas que ajuda a mobilizar o tônus muscular, suavizar o enrijecimento e estimular as articulações. Será realizado um teste para avaliar o potencial de quedas.
A programação conta ainda com um seminário para esclarecer dúvidas sobre os melhores produtos para auxiliar na locomoção do idoso. Na sexta-feira, uma casa será montada com obstáculos para demonstrar os riscos de tapetes, fios e outros objetos. Estas programações estarão disponíveis das 8 horas às 14 horas. Não é necessário fazer inscrição para participar.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.