é um mito , diz Gilmar Mendes - Brasil - iG" /

Lentidão do Judiciário é um mito , diz Gilmar Mendes

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, afirmou nesta terça-feira, em discurso feito no Congresso Nacional, que a morosidade do Judiciário é um mito e que a lentidão mencionada pelos críticos é pontual e concentrada.

Agência Estado |

Na solenidade de abertura dos trabalhos deste ano do Legislativo, Mendes disse que o Judiciário tem feito esforço para ser mais ágil, eficiente e acessível à população e que esse é o caminho que continuará sendo seguido.

Agência Brasil
Gilmar Mendes ao lado do presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney
O presidente do STF mencionou números referentes a ações do Judiciário, como a liberação de 18 mil pessoas que estavam presas impropriamente. Esse total significa que 35 prisões indevidas foram revertidas por dia.

Na mesma solenidade, o presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), falou da importância de prevalecer a harmonia entre os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. "Nos regimes autoritários, se destaca muito a independência. Já no regime democrático, prevalece a harmonia entre os Poderes", afirmou.

O deputado contou, em função do momento que vive o País, que sente "alegria cívica" em presidir a Câmara. Ressaltou que o Brasil vive um momento de implantação definitiva da democracia, o que rompe a tendência do País de viver ciclos de 20 a 30 anos de alternância entre regimes autoritários e governos democráticos.

O vice-presidente da República, José Alencar, presente à cerimônia, foi elogiado por Temer no discurso e aplaudido efusivamente pelos parlamentares. Muitos dos que estavam sentados se levantaram neste momento. Alencar, descontraído, também se levantou e agradeceu os aplausos e erguendo o braço.

Leia mais sobre: Justiça

    Leia tudo sobre: gilmar mendesjustiça

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG