Leilão de boi pirata não teve lance por causa do preço, diz Minc

Brasília e Campinas (SP) - O leilão de 3.500 cabeças de gado da raça nelore realizado nesta segunda-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) terminou sem que interessados apresentassem uma única oferta. Segundo o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, ¿o problema não foi a falta de comprador, mas o preço¿. O novo leilão será na próxima segunda-feira, dia 21 de julho.

Agência Brasil |

Agência Brasil
Para Minc, problema foi o preço
Para Minc, problema foi o preço

Os animais foram apreendidos na região de Terra do Meio, no Pará, e fazem parte da Operação Boi Pirata, que começou no início de junho. O preço de abertura de todos os lotes somados foi de R$ 3,9 milhões, valor que teria inibido potenciais compradores.

Minc, que participou hoje da 60ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, em Campinas, espera que, no segundo ou terceiro leilão, o rebanho dos bois piratas seja vendido. Minha esperança é que aconteça com o leilão do boi pirata o que aconteceu com o leilão do terreno da Ingá Mercantil, disse Minc, citando o caso de um dos maiores passivos ambientais do estado do Rio de Janeiro, arrematado pela Usiminas, no final de junho, por R$ 72 milhões, valor 40% inferior ao preço mínimo proposto.

Em nota, o diretor de Proteção Ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Flávio Montiel, afirmou que o resultado do leilão de hoje fará com que haja um deságio no preço inicialmente proposto. O novo valor deve ser reavaliado por técnicos durante a semana, levando em consideração, entre outros itens, gastos com o deslocamento do gado da região.

Também em nota, o Ibama informa que o gado apreendido permanece sob a guarda de policiais militares e que quem arrematar o 'boi pirata' terá segurança para retirá-lo da Terra do Meio. O dinheiro arrecado com a venda dos animais será revertido para as ações do programa Fome Zero, do Ministério do Desenvolvimento Social.

    Leia tudo sobre: leilão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG