Leilão de biodiesel da ANP tem deságio de 2,74%

SÃO PAULO (Reuters) - O 17o leilão de biodiesel da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis realizado na segunda e terça-feiras, vendeu 565 milhões de litros com deságio de 2,74 por cento. De acordo com comunicado da ANP, o preço médio do produto foi de 2,2369 reais por litro, contra preço de referência de 2,3 reais por litro. No 16o leilão, em novembro, o deságio havia ficado em 1 por cento, com preço de venda de 2,33 reais o litro.

Reuters |

Das 33 empresas vencedoras, a Granol foi a que ofereceu o maior volume de biodiesel, 70 milhões de litros, sendo 40 milhões de litros da unidade produtora de Anapólis (GO).

O leilão teve a participação de produtores de 14 Estados brasileiros, sendo que a região Centro-Oeste foi a que teve o maior volume arrematado no leilão, cerca de 273,7 milhões de litros de biodiesel.

A região Sudeste ficou em segundo lugar, com 96,5 milhões de litros, seguida das regiões Sul (95,9 milhões de litros), nordeste (75,0 milhões de litros) e norte (23,8 milhões de litros).

O volume comercializado destina-se a atender resolução que estabelece em 5 por cento o percentual mínimo obrigatório de adição de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final (B5), a partir de janeiro deste ano.

(Por Camila Moreira)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG