Lei seca reduz operações de resgate de urgência

RIO DE JANEIRO ¿ Um relatório preliminar do Ministério da Saúde, divulgado nesta segunda-feira, mostra que houve uma redução média de 24% nas operações de resgate de 14 unidades do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) desde a entrada em vigor da Lei Seca. Essas unidades, que cobrem uma população de 25,3 milhões de pessoas, foram as primeiras a enviar os dados ao ministério, que iniciou um levantamento junto a todos os 144 SAMUs do país para medir a eficácia da nova lei na redução dos acidentes de trânsito.

Redação |

Luís Oliveira/MS
Lei seca reduziu atendimentos do SAMU
Os dados se referem ao período de 20 de junho, quando a lei entrou em vigor, a 10 de julho. A maior queda dos resgates, de 47%, foi registrada pelo SAMU que opera na região de Niterói (RJ), onde vive 1,8 milhão de pessoas. O SAMU de Brasília, que cobre uma população de 2,5 milhões de habitantes, teve a segunda maior redução, de 40%. Em terceiro, com 35% de queda, vem o SAMU de Porto Alegre (RS), que atende a 1,4 milhão de pessoas.

Os acidentes de trânsito têm um peso significativo nos atendimentos do SAMU. Em Brasília, por exemplo, 45% dos resgates são para atendimento a ocorrências de trauma, das quais 60% estão relacionadas a acidentes de trânsito. Dessa forma, a Coordenação-Geral de Urgência e Emergência do Ministério da Saúde avalia que a nova legislação trouxe um ganho operacional para o serviço. Com a redução dos acidentes, o SAMU poderá agilizar os atendimentos a ocorrências de outras naturezas, como casos de mal súbito, intoxicação, parto e queimadura.

As 144 unidades do SAMU estão implantadas em 1.150 municípios, incluindo todas as capitais brasileiras. A população coberta pelo serviço é de 101 milhões de pessoas. As atribuições do SAMU vão além das operações de resgate, como mostra o recém-iniciado levantamento sobre o impacto da chamada lei seca na violência do trânsito. Neste caso, o SAMU funciona como um termômetro da situação.

Veja também:

Leia mais sobre: Lei Seca


    Leia tudo sobre: lei secaministério da saúdesamu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG