A fiscalização da Lei Seca, que proíbe o motorista de dirigir sob efeito de bebidas alcoólicas, fez com que o número de mortes no Estado de São Paulo caísse 6,92% na comparação entre os períodos julho de 2007 a abril de 2008 e julho de 2008 a abril de 2009. O número de feridos no trânsito também teve queda: de 23,2%.

Os dados são do levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Estado, divulgado hoje em evento no Palácio dos Bandeirantes. Segundo o estudo, por dia, a restrição ao álcool para quem dirige evitou em média uma morte e 96 feridos.

Enquanto de julho de 2007 a abril de 2008, período anterior à vigência da Lei Seca, 4.029 pessoas perderam a vida no trânsito do Estado, entre julho de 2008 e abril de 2009 o número caiu para 3.750. O número de feridos caiu de 125.765 no primeiro período para 96.589 no segundo período. Na capital, a redução de mortes foi 6,59%, de 622 para 581. A quantidade de feridos caiu 12,88%, de 24.602 para 21.433.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.