Laudo aponta morte por asfixia de bebê em creche de SP

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgou hoje trechos do laudo do Instituto Médico-Legal (IML) sobre a causa da morte do bebê Gabriel Santos Ribeira. De acordo com a SSP, o laudo informa que o quadro sugere que o mecanismo da morte foi uma asfixia mecânica por broncoaspiração, induzida pela encefalopatia (meningoencefalite viral) que provavelmente precipitou os vômitos e a broncoaspiração.

Agência Estado |

Segundo o documento, a criança, de 7 meses, apresentava "quadro de encefalopatia aguda de provável natureza viral", pulmões com manchas e corpos estranhos do tipo "estrutura vegetais" (quadro de broncoaspiração). Um exame realizado pelo Hospital Nipo-Brasileiro comprovou que Gabriel tinha meningite viral.

O bebê morreu no dia 25 no Centro Educacional Infantil Pedacinho da Lua, na Vila Medeiros, na zona norte de São Paulo. Seu pai, Júlio César Ribeira, foi buscá-lo na unidade e o encontrou no berço sem respiração e arroxeado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG