Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Lápis, papel e meditação

Lápis, papel e meditação Por Eduardo Diório São Paulo, 18 (AE) - Antes de ler esta matéria, convido você a procurar um canto bem tranqüilo da sua casa, pegar um lápis e um papel. Sozinho, escreva as tarefas que o deixam preocupado.

Agência Estado |

Depois, anote as decepções do passado e problemas não resolvidos. Aposto que a lista não é das menores, afinal, nela estão todos os seus pensamentos. Feito isso, é hora do desafio: que tal deixar de lado todos os problemas por 15 minutos? Sim, você não irá esquecê-los, já que são obrigações importantíssimas, apenas dar um descanso para a mente por meio de uma técnica simples: a meditação.

"Segundo os mestres orientais, a meditação pode ser comparada ao pára-brisa de um automóvel, pois ela limpa as vidraças da alma e permite que você se veja com mais clareza e reconecte-se com a sua essência e sabedoria interior, energizando o corpo", explica Lúcia Sandri, professora de ioga e psicanalista transpessoal.

De acordo com o líder espiritual Osho, que escreveu, entre outros, o livro "Meditação, A Primeira e Última Liberdade", o processo de aprendizado da técnica pode ser dividido em duas partes (veja as dicas abaixo). "Se, por um único momento, você não fizer nada e estiver voltado para dentro de si mesmo, isso já é meditação", ensina. Já a segunda fase exige um pouco mais de dedicação. "Depois de aprender a se concentrar, será possível permanecer nesse estado pelo tempo desejado ou ficar assim durante 24h", garante.

Cientificamente, quem comprova os benefícios da prática é o Laboratório de Neurociência Afetiva da Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos, que realizou uma pesquisa, em 2003, para desvendar a eficácia da meditação. O resultado confirmou que "viajar no vazio" pode combater o estresse, a ansiedade e até ajudar na cura de doenças. Para quem sofre de depressão, por exemplo, a técnica pode ser utilizada como um remédio natural.

"Quando você silencia a mente e pára de pensar, consegue ouvir os seus bloqueios, diminuir os hormônios causadores do estresse e alterar a química interior, retomando o equilíbrio físico e mental", garante Lúcia. Segundo ela, meditar diariamente por 20 minutos equivale a uma noite de sono profunda.

Boxe:
7 DICAS PARA COMEÇAR A PRATICAR
1. Escolha um lugar sereno e sente em uma cadeira ou no chão (com as pernas cruzadas) de forma
confortável. Mantenha as costas eretas;

2. Se gostar, acenda um incenso e coloque uma música suave para criar um clima de tranqüilo;
3. Evite meditar quando estiver com sono, pois ficará frustrado por não conseguir se concentrar; Um bom horário para meditar é pela manhã;
4. Comece com 10 minutos diários;
5. Não se mova durante esse tempo. O corpo é como um pote e a mente é a água dentro dele;
Mover o recipiente faz com que a água também se mova. Lembre-se: o que você quer é que sua mente permaneça quieta e imóvel;
6. Dispersou? Reconduza sua atenção suavemente;
7. Qualquer coisa que aconteça estará bem. Se passar vários pensamentos, se tiver vontade de chorar, tudo bem. Apenas continue meditando.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG