Lanchonete multinacional é condenada por deboche de funcionários no Rio

RIO DE JANEIRO - O McDonalds foi condenado ao pagamento de indenização no valor de R$ 5 mil, a título de danos morais, por mau atendimento em uma das lojas da rede. A decisão é da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.

Redação |

Ana Paula Nogueira afirma que lanchava com o seu filho, de nove anos de idade, no estabelecimento da ré, quando o menino, portador de disfemia, distúrbio de linguagem popularmente conhecido como gagueira, se dirigiu ao balcão para pedir guardanapos. Os empregados da ré teriam rido debochadamente da maneira como a criança se expressava, causando-lhe profundo constrangimento uma vez que vinha em progressivo tratamento com sua fonoaudióloga.

O fato, ocorrido em julho de 2005, foi confirmado, em depoimento, pela gerente do estabelecimento, Gisele Francisco França.

A relatora do processo, desembargadora Suimei Meira Cavaliere, destaca que "ainda que o fato em si não represente conduta de maior gravidade, há de ser ponderada a situação da criança, portadora de gaguez, tentando superar sua introspecção e socializar-se".

Leia mais sobre: McDonalds

    Leia tudo sobre: justiçamcdonald´srio de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG