Lanche para criança tem sal acima do limite ideal, mostra Idec

SÃO PAULO - O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) resolveu investigar as características nutricionais das refeições de cinco redes de fast-food. No McDonald¿s, Bob¿s, Burguer King, Habib¿s e Giraffas, as refeições são vendidas como ¿combos¿ - combinações de lanche, acompanhamento e bebida. O resultado apontou as opções de refeição oferecidas com quantidade de sal e gordura acima do ideal.

Agência Estado |

Levando-se em consideração a recomendação para crianças de 6 anos - cuja dieta deve ter 1.450 quilocalorias e conter até 16 gramas de gorduras saturadas e até cerca de 1.000 miligramas de sódio - os combos extrapolam as quantidades indicadas por dia.

Esses lanches podem conter, por exemplo, 70% da quantidade de gordura saturada e sal recomendada para o consumo diário, ou pior: grandes concentrações de gordura trans, responsável pelo aumento do colesterol.

Para crianças de até 3 anos de idade, um kit de fast-food pode ultrapassar bastante a quantidade de sódio e de gordura saturada que deve ser consumida durante um dia inteiro e chega a 72% das gorduras totais.

O resultado da superexposição das crianças a essa forma de alimentação pode ser o desenvolvimento precoce de doenças como hipertensão, aterosclerose e obesidade.

De acordo com a nutricionista Anita Sachs, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o ideal é que os pais não proíbam essa forma de alimentação, mas também não usem o fast-food como forma de recompensa para seus filhos. Uma vez por mês é mais do que o ideal, diz.

Informações

A pesquisa do Idec também identificou a ausência de informações nutricionais nos pontos-de-venda de lojas do Burguer King e informações parciais nas outras redes. Procuradas, a Burger King afirma que está tomando as providências necessárias para atender às solicitações do Idec no que diz respeito às informações nutricionais de todos os produtos que oferece. O McDonalds afirma que o McLanche Feliz pode ser montado de acordo com a preferência da criança, incluindo vegetais e frutas.

A rede Giraffas afirma que uma possível ausência do cardápio nutricional é motivada pela atual troca de layout do mesmo, e o Bobs afirma disponibilizar informações nutricionais em todas as embalagens de seus produtos. 

    Leia tudo sobre: idec

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG