Ladrões queimam dinheiro durante assalto desastrado em São Paulo

SÃO PAULO - Uma quadrilha com 15 integrantes invadiu o posto bancário da prefeitura de Salto de Pirapora, a 120 km de São Paulo, região de Sorocaba, na madrugada desta quinta-feira. O grupo rendeu quatro pessoas, entre elas dois guardas municipais (GMs), e usou um maçarico para arrombar o caixa eletrônico. A ação foi desastrada: a chama atingiu o dinheiro e muitas cédulas ficaram queimadas.

Agência Estado |

Na tentativa de apagar o fogo, os ladrões lançaram jatos d'água e tiveram de levar o dinheiro encharcado. O valor roubado não foi divulgado.

De acordo com testemunhas, os bandidos chegaram em três carros e, numa ação rápida, renderam os dois guardas que vigiavam a agência. Os GMs foram algemados e presos no sanitário. Duas pessoas que estavam na rua também foram capturadas.

Os assaltantes tinham trazido maçarico, pé-de-cabra e outros equipamentos. Eles derreteram a solda e abriram a chapa de aço da lateral do caixa. Quando viram que os pacotes de dinheiro estavam em chamas, usaram a água de uma torneira da rua. Parte do dinheiro, queimado e encharcado, ficou para trás.

Os bandidos usaram os veículos na fuga e levaram os uniformes dos GMs. Um dos guardas conseguiu escapar e chamou a polícia. Até o final da tarde, nenhum integrante do bando tinha sido capturado.

Leia mais sobre: assalto

    Leia tudo sobre: assaltodinheiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG