Ladrões levaram R$ 1 milhão de prédio nos Jardins-SP

O porteiro de um prédio na Alameda Campinas caiu no conto do estagiário que aparece às 5h30 no serviço para começar a trabalhar. Esse foi o golpe usado por uma quadrilha para invadir um prédio na Alameda Campinas, nos Jardins, na zona sul de São Paulo, e fazer um arrastão, levando mais de R$ 1 milhão em jóias, computadores e roupas dos moradores.

Agência Estado |

A ação dos bandidos começou por volta das 5h30, quando um rapaz jovem chegou com um bilhete na portaria do prédio. Ele disse ao porteiro que havia sido mandado pela empresa responsável pela faxina do prédio para fazer um estágio no edifício. Tinha no bilhete o nome de uma funcionária da empresa - que existe - e seus números de telefone corretos.

O porteiro decidiu, então, permitir que o jovem entrasse no edifício. Assim que o portão se abriu, o bandido sacou uma pistola e dominou a portaria. O ladrão abriu o portão da garagem para seus comparsas, que chegaram em dois carros - eram seis homens armados com submetralhadoras e pistolas. Em seguida, o assaltante mandou que o porteiro se despisse. O criminoso vestiu o uniforme de porteiro e ficou no lugar do funcionário do prédio para não despertar suspeitas enquanto o verdadeiro porteiro foi levado para o subsolo.

Conforme os moradores saíam para trabalhar ou algum empregado doméstico chegava, os bandidos os dominavam e os obrigavam a levá-los até o apartamento. O edifício de 12 pavimentos tem um apartamento por andar. Cinco das unidades do prédio foram invadidas pelos assaltantes, que reuniram tudo o que puderam e colocaram no porta-malas dos carros. Os moradores e empregados domésticos foram levados para a sala de máquinas e trancados pelos ladrões. Eram 8h10 quando os criminosos deixaram o edifício.

A saída dos dois carros estranhos e ao mesmo tempo do edifício despertou a suspeita de um taxista da região. O homem telefonou para a Polícia Militar, que conseguiu interceptar um dos carros com parte do bando. Dois dos bandidos desceram do carro e saíram correndo, cada um para uma direção. Dois homens que permaneceram no carro conseguiram fugir. Um dos suspeitos que saiu correndo foi detido pelos PMs. O caso foi registrado no 78º Distrito Policial (Jardins). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG