Ladrão de igreja se arrepende por roubar hóstias e vinho

Um estudante de 21 anos disse que está arrependido e confessou ter roubado as hóstias e pichado a expressão salve Lúcifer na Igreja São João Batista, em Orlândia, na região de Ribeirão Preto, em São Paulo, no dia 16. O estudante disse ter cometido o crime em companhia do primo, de 16 anos.

Agência Estado |

A dupla furtou cerca de mil hóstias, o vinho utilizado nas celebrações e uma mesa de som. Depois, abriram o reservatório de ouro do Santíssimo e pegaram outras dezenas de hóstias consagradas que, para os católicos, representam o Corpo de Cristo. O estudante disse que as comeu porque estava com fome. Ele pediu perdão ao padre e foi perdoado, mas será indiciado por furto pela Polícia Civil.

No bairro da Gruta, onde está localizada a igreja, a indignação é geral. "As hóstias consagradas têm um valor incomensurável para nós católicos", disse o padre Omar Rachad Ghinain. "Se a âmbula (o reservatório de ouro) fosse levada, a indignação seria menor."

A parede pichada já foi pintada e o administrador diocesano da Cúria de Franca, padre Jamil Alves de Souza, voltará a celebrar missas em 3 de outubro. O estudante arrependeu-se do delito praticado e os produtos furtados foram recuperados, com exceção das hóstias e do vinho.

Leia mais sobre: furto

    Leia tudo sobre: estudanteestudantesfurtoigrejaroubo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG