Keanu Reeves alerta para destruição do mundo por ação do homem

Roma, 1 dez (EFE) - O ator americano Keanu Reeves disse hoje que talvez seja preciso um alienígena para nos explicar como agir para evitar a destruição do mundo, na apresentação, em Roma, do filme O Dia em Que a Terra Parou, de Scott Derrickson, e no qual interpreta um extraterrestre humanóide. O filme conta a história de um extraterrestre, Klaatu, que vem à Terra para advertir aos dirigentes de que o homem está se auto-destruindo com sua contínua ação contra o meio ambiente, informou Reeves. A versão original de O Dia em Que a Terra Parou estreou em 1951 e foi dirigida por Robert Wise. No final, o alienígena alertava os dirigentes para o risco da Terceira Guerra Mundial.

EFE |

"Desta vez, (o alienígena) adverte dos riscos de desastres ambientais e meu personagem é o contrário do filme original, porque, com o tempo, acaba por ser quase humano", explicou o ator.

Segundo o diretor, "o filme é uma metáfora que adverte para o iminente fim do planeta".

"A nave espacial se movimenta respeitando o meio ambiente e este é o tema principal em contraposição à situação de hoje em dia nos Estados Unidos, que se dedicam apenas ao tema militar, descuidando do meio ambiente".

Além disso, o filme aborda temas tão recorrentes como "a desintegração da família e as críticas à administração Bush", acrescentou.

O filme estreará em 12 de dezembro, em um momento muito especial para os Estados Unidos: "É uma escolha deliberada e consciente. O filme vem em um momento de euforia para nosso país, depois da eleição de um novo presidente (Barack Obama) e antes de sua posse", acrescentou. EFE cps/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG