Kate Hudson dispara palavrões em novo filme

Por Syantani Chatterjee LOS ANGELES (Reuters) - Kate Hudson chegou ao estrelato no cinema representando garotas norte-americanas doces e lindas, mas em seu papel mais recente, em My Best Friends Girl, sentiu prazer em fazer duas coisas que raramente faz no cinema: falar palavrões e representar uma mulher sexualmente agressiva.

Reuters |

Desde que foi aclamada e indicada ao Oscar pelo papel da groupie Penny Lane em 'Quase Famosos', de 2000, Hudson já atuou em várias comédias românticas, incluindo 'Como Perder um Homem em Dez Dias', 'Dois é Bom, Três é Demais' e 'Um Amor de Tesouro',

Mas, diferentemente dos outros trabalhos, feitos para o público de quase todas as idades, 'My Best Friend's Girl', que chega aos cinemas dos EUA na sexta-feira, tem conteúdo sexual e linguagem chula, o que limita seu público principalmente aos adultos.

'Finalmente pude xingar, além de fazer e dizer certas coisas que a maioria das pessoas diz na vida normal', disse Hudson.

'Senti um gostinho do que aquelas mulheres de 'Sex and the City' vinham fazendo havia tanto tempo. Foi divertido', comentou, citando sitcom baseada na vida e nos amores de quatro solteiras de Nova York.

Em 'Best Friend's Girl' Hudson faz uma advogada a quem seu ex-namorado (Jason Biggs) convence a não ter namoros monógamos e que quer aproveitar ao máximo o fato de estar solteira, ao lado do solteirão convicto Tank (Dane Cook).

Tank, que dominou a arte de seduzir e ofender mulheres, descobre que Alexis (Hudson) é páreo duro para ele, quando é chamado por seu melhor amigo para conduzi-la de volta a ele.

Cook, que é humorista, elogiou o timing cômico de Kate Hudson, dizendo que ela sabe fazer humor diretamente de um diálogo no roteiro ou improvisar com igual facilidade.

Mas Hudson, que tem 29 anos e é filha da atriz Goldie Hawn, nem sempre esteve sorrindo nos últimos anos. Sua vida pessoal passou por altos e baixos em função de seu muito comentado divórcio do vocalista da banda Black Crowes, Chris Robinson, e romance problemático com o ator Owen Wilson.

Hudson disse que, para enfrentar as notícias negativas e a pressão dos tablóides e paparazzi, ela se afasta dos holofotes.

'Eu volto para minha vida em casa, minha família, meu filho, meus amigos e minhas experiências de trabalho', disse a atriz. 'Com isso, tudo fica ok e volta a se equilibrar.'

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG