Kassab quer piscinões limpos e ameaça romper contrato

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) determinou que todos os 18 piscinões abertos da cidade de São Paulo devem ser limpos até a sexta-feira. Ele afirmou que, se os serviços não forem executados, os contratos com as empresas responsáveis pela limpeza poderão ser rompidos.

Agência Estado |

Nesse caso, outras seriam contratadas em caráter de emergência. As declarações foram dadas durante uma vistoria aos piscinões Inhumas e Aricanduva III, feitas na manhã de hoje.

"Não admito que uma empresa que tem essa responsabilidade não consiga, com dois dias de sol, limpar os piscinões, sabendo que este é um dos grandes problemas da cidade. Se até terça-feira todos os piscinões não estiverem limpos, os contratos estão encerrados", disse.

"Não encontrei problemas nesses piscinões, mas fiquei preocupado quando fui informado pelo representante de que a empresa não tem condições de limpar todos os piscinões até terça-feira. Se não cumprirem, será rompido o contrato com a empresa e fica autorizada a contratação emergencial de outra", completou o prefeito.

Kassab disse ainda que sobrevoará os piscinões na terça-feira para verificar a situação. Ainda hoje, haverá uma reunião entre o secretário Municipal de Coordenação das Subprefeituras, Ronaldo Camargo, e os subprefeitos que possuem piscinões em suas jurisdições, com o objetivo de avaliar a execução dos serviços.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG