Kassab pede a Sarney pressa na votação da PEC dos precatórios

BRASÍLIA - Reunido, na manhã desta terça-feira, com o presidente do Senado, José Sarney, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, pediu pressa dessa Casa do Legislativo na votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 12/06, que disciplina o pagamento dos precatórios - as dívidas decorrentes de sentenças judiciais sem direito a recurso.

Agência Nordeste |

Trouxemos nossa preocupação aqui, interpretando o sentimento da maioria dos municípios brasileiros. Temos a expectativa de que essa proposta seja votada rapidamente. Votada de acordo com os interesses dos municípios ou não, o importante é que a gente tenha certeza de que caminho seguir, disse Kassab ao deixar o Senado.

O prefeito afirmou que os municípios estão com milhares de precatórios e que, só em São Paulo, a cifra a ser paga chega a aproximadamente R$ 5 bilhões. A ideia que predomina entre os administradores municipais, disse Kassab, é pagar essas dívidas de acordo com as limitações que os orçamentos impõem e de forma organizada.

A ideia é que seja encontrada uma fórmula que possa atender aos interesses dos municípios e, evidentemente, também dos credores. Nosso objetivo era que o presidente Sarney tomasse consciência dessa vontade dos municípios brasileiros em ver resolvido logo esse assunto, informou o prefeito da capital paulista.

Leia mais sobre: precatórios

    Leia tudo sobre: precatórioprecatórios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG