Kassab nega cunho político de evento com Serra

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), disse hoje, ao inaugurar uma Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) em São Mateus, na zona leste da cidade, que o evento de ontem com o governador José Serra (PSDB) não teve cunho político. O governador e prefeito anunciaram financiamento para a rede de trens e metrô da capital.

Agência Estado |

"Foi um encontro de rotina e um evento importante pelo volume de recursos. A Prefeitura fez parte porque investe no metrô e deve aplicar até o fim do ano R$ 1 bilhão em recursos", explicou Kassab, também candidato a prefeito pelo DEM.

Sobre a denúncia da Polícia Federal contra o vereador Antonio Carlos Rodrigues (PR), presidente da Câmara Municipal, Kassab reiterou não ter relação com o caso, que envolve a falta de fiscalização da Prefeitura na casa noturna WE Original, considerada pelos federais um prostíbulo. Segundo a PF, foi possível avaliar, a partir de grampos telefônicos, que o vereador supostamente trabalhava para livrar a casa dos fiscais com pagamento de propina.

"Estive com o vereador para a inauguração de uma obra no domingo (o CEU Campos do Amanhecer, em Campo Limpo, zona sul da cidade) e depois ele me ligou dizendo que efetivamente não sabe porque saiu isso", afirmou Kassab. "Ele nunca me procurou e não devo me preocupar, porque isso nunca passou por mim." Nas interceptações da PF, consta um diálogo em que o vereador afirma que está "despachando" com o prefeito acerca da casa noturna.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG