Kassab e Serra evitam comentar candidatura Alckmin

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), e o prefeito da capital, Gilberto Kassab (DEM), participaram hoje da inauguração das alças de acesso ao terminal de cargas da Fernão Dias. No evento, os dois evitaram comentar diretamente o lançamento da candidatura do ex-governador paulista Geraldo Alckmin à sucessão municipal da capital, feito pelo diretório municipal do PSDB ontem.

Agência Estado |

Sem entrar no mérito da decisão, Serra destacou que não iria falar de eleições. "Porque iria tirar o lead da inauguração da obra", justificou. Kassab também foi cauteloso. "Tenho dito em todos os momentos que enquanto houver tempo, vou perseguir a continuidade da aliança que existe hoje na cidade de São Paulo e uma aliança ampliada com o PMDB", afirmou.

Apesar do lançamento da candidatura Alckmin indicar, nesse momento, o rompimento da tradicional aliança PSDB-DEM em São Paulo, Serra e Kassab deram demonstrações de que ainda apostam num acordo entre os dois partidos neste pleito. Na avaliação de Kassab, a possibilidade de uma aliança com os tucanos, ainda no primeiro turno, não está descartada porque nenhum nome de candidato foi referendado nas convenções dos partidos. "Até as convenções temos tempo para um esforço no sentido da manutenção da aliança."

Em discurso realizado no evento de hoje, Serra destacou que esta será uma semana de boas notícias. Questionado se a decisão do Diretório Municipal do PSDB estava incluída neste rol de boas notícias, o governador desconversou. "Não, o que eu falei de boas notícias são coisas individuais e resultados, como o Palmeiras ganhar o campeonato, as inaugurações do trevo de acesso ao terminal de cargas, o Hospital do Câncer. São conclusões. Realmente, a semana começa bem e tem mais coisas ainda, como as inaugurações das pontes Jurubatuba e Estaiada."

Numa crítica indireta às afirmações feitas por Geraldo Alckmin, de que postular a Prefeitura de São Paulo é um desejo pessoal de trabalhar pela cidade, Kassab destacou: "Não tenho projeto pessoal, não vou atrelar um projeto pessoal a um projeto muito maior e importante, que é a cidade de São Paulo. A cima de tudo está o interesse da cidade. O importante não são os nomes, mas sim a cidade."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG