BRASÍLIA - O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, defendeu nesta segunda-feira uma possível aliança entre DEM, PSDB e PMDB nas eleições majoritárias de 2010. Segundo ele, a aliança tem dado certo em São Paulo, onde os três partidos estão unidos à frente do governo.

Acordo Ortográfico Se uma aliança vai bem no estado, por que não defender que ela exista também no campo nacional?, questionou Kassab após reunião no início da tarde de hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto.

O PMDB foi aliado do  PSDB em esfera nacional nos dois governos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Na eleição do presidente Lula, em 2002, porém, o partido se aliou ao PT. Maior vencedor das eleições municipais deste ano, a legenda vem sendo cortejada por partidos de situação e oposição.

Na semana passada, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), visitou Lula acompanhado do prefeito eleito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), e defendeu a manutenção da aliança entre PT e PMDB para as eleições presidenciais de 2010. Mas, também em visita a Brasília, o governador de São Paulo, José Serra, disse que "existe um diálogo do PSDB como PMDB, isso é indiscutível".

Leia mais sobre: partidos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.