Kassab dá mais R$ 38 milhões do Rodoanel para viações

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), retirou ontem mais R$ 38 milhões que seriam destinados às obras do Rodoanel e os remanejou como subsídio às empresas de ônibus. Ao todo, o prefeito já concedeu R$ 721 milhões em subsídios, mais da metade do orçamento destinado a investimentos da Secretaria Municipal de Transportes.

Agência Estado |

O pagamento dessas compensações é o motivo pelo qual a tarifa de ônibus paulistana permanece em R$ 2,30 desde novembro de 2006. A manutenção do preço da passagem por mais de três anos é uma das bandeiras do prefeito. No entanto, o governo descumpriu a promessa, feita por Kassab durante a campanha das eleições de 2008, de que os subsídios não ultrapassariam os R$ 600 milhões já pagos no ano passado.

O governo argumenta que nas compensações tarifárias estão embutidos R$ 227 milhões para a renovação da frota. Mas, até o ano passado, os subsídios e o dinheiro para a compra de novos ônibus eram distribuídos em rubricas específicas na peça orçamentária. A partir de junho, a pasta de Transportes passou a informar que a verba da renovação também consta na rubrica "compensações tarifárias".

No início do mês, o governo já havia transferido R$ 25 milhões do Rodoanel para as viações. Nenhum centavo dos R$ 300 milhões reservados pelo prefeito no Orçamento de 2009 para ajudar a acelerar a obra viária foi gasto nessa finalidade. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG