Justiça solta casal que fez presidente da Corsan refém

O juiz da 7ª Vara Criminal do Fórum de Porto Alegre, Honório Gonçalves da Silva Neto, revogou a prisão preventiva do empreiteiro Marcelo Vargas e sua sobrinha Lucimara de Fátima Feles na noite de ontem. Os dois estavam presos desde segunda-feira, quando mantiveram o presidente da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), Mário Freitas, e dois assessores da empresa como reféns por duas horas para exigir o pagamento de R$ 183 mil que diziam ter de crédito por serviços prestados à estatal.

Agência Estado |

Vargas e Lucimara se entregaram quando o dinheiro foi transferido para uma conta do empresário. No dia seguinte, a Justiça restituiu o valor à Corsan. Depois de passar quatro dias na prisão, a dupla vai responder ao processo em liberdade. O juiz considerou que os dois são réus primários, possuem residência fixa e ocupação lícita.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG