Justiça russa anula absolvições por assassinato de jornalista

O Supremo Tribunal da Rússia anulou nesta quinta-feira as absolvições de três suspeitos do assassinato da jornalista Anna Politkovskaya e ordenou a abertura de um novo processo, informa a agência Interfax.

AFP |

A decisão do principal tribunal russo deu razão aos argumentos da promotoria, que pediu uma revisão do caso alegando vícios de procedimento no primeiro julgamento.

Um júri absolveu em fevereiro três homens apontados como cúmplices do assassinato a tiros da jornalista, no dia 7 de outubro de 2006 diante do prédio em que Anna morava em Moscou.

Grupos de defesa dos direitos humanos denunciam a incapacidade da justiça russa para resolver o caso da morte de Politkovskaya, uma crítica ferrenha do atual primeiro-ministro e homem forte da Rússia, Vladimir Putin.

Os três suspeitos foram acusados de cumplicidade no crime. A absolvição também beneficiou outro homem, acusado de extorsão em um caso relacionado.

sjw/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG