Justiça quer que ex-prefeita de Magé-RJ seja multada

A Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo de Magé, no Rio de Janeiro, ingressou com uma execução de multa contra a ex-prefeita do município, Núbia Cozzolino. A multa de R$ 21,2 milhões se deve ao não cumprimento da decisão judicial que determinou a exclusão do sobrenome Cozzolino da fachada de sete escolas municipais.

Agência Estado |

A sentença resultou de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Rio (MP-RJ), em agosto de 2008, contra o município de Magé e Núbia Cozzolino. Na época, a prefeita foi obrigada a substituir os nomes de seus parentes por outros nomes nas fachadas das escolas municipais, sob pena de multa diária de R$ 10 mil para cada infração.

O Grupo de Apoio aos Promotores (GAP) do MP-RJ constatou que o sobrenome Cozzolino não foi retirado das escolas Antonio Cozzolino, Renato Cozzolino, Benito Allem Cozzolino Rodrigues, Maria Tereza Cozzolino Rodrigues, Izolina Cozzolino, Rafael Cozzolino Neto e Rafael Cozzolino Júnior.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG