O pedido de liminar que visava suspender o McLanche Feliz (McDonalds), Lanche Bkids (Burger King), Trikids (Bobs) e a venda promocional de brinquedos e objetos de apelo infantil em seus estabelecimentos, conjuntamente ou não com a venda de lanches, foi negada ontem em São Paulo. Segundo a decisão, a proibição implicaria absorção, pelo Estado, da responsabilidade pela escolha da alimentação das crianças.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.