Justiça nega pedido para suspender obras na Marginal Tietê

A Justiça de São Paulo indeferiu nesta sexta-feira o pedido de liminar que pedia a suspensão das obras de ampliação da Marginal Tietê, na capital. A decisão é da juíza Maria Fernanda de Toledo Rodovalho, da 12ª Vara de Fazenda Pública de São Paulo.

Agência Estado |

O pedido para interrupção das obras foi deito pelo Sindicato dos Arquitetos no Estado de São Paulo e quatro Organizações Não-Governamentais.


As entidades argumentam que o investimento em transportes coletivos e alternativos, melhoria dos passeios públicos e a reestruturação do viário atual trariam resultados mais expressivos que o da obra. Afirmam também que a ampliação da Marginal contribuiria para o aumento de enchentes.

AE
Obra na Marginal Tietê, em São Paulo

Obra na Marginal Tietê, em São Paulo

Nesta semana, o Ministério Público do Estado de São Paulo também emitiu parecer em que mostrou-se desfavorável a obra.

A ampliação da Marginal, orçada em R$ 1,3 bilhão, foi anunciada em 4 de junho. O projeto para reduzir os congestionamentos prevê a ampliação de 23 km de pistas de cada lado, abrindo mais três faixas para carros.


Leia mais sobre: Marginal Tietê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG