O juiz federal substituto Ricardo Augusto de Sales concedeu na noite de ontem alvará de soltura para os 29 presos na Operação Vorax, da Polícia Federal. Eles estavam presos desde 20 de maio no Instituto Penal Antônio Trindade, em Manaus.

Entre os presos estavam o vice-prefeito do município de Coari, Rodrigo Alves da Costa, e o irmão do prefeito Adail Pinheiro, Carlos Eduardo Amaral Pinheiro. A Vorax prendeu ao todo 29 pessoas em Coari (a 363 quilômetros a oeste de Manaus), em Boa Vista, em Manaus e em Brasília. Os presos ainda responderão a processos por desvio de verbas e fraudes em licitações. A reportagem procurou o advogado do vice-prefeito e do irmão do prefeito, mas não obteve resposta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.