Justiça já recebeu documentos sobre bloqueio de recursos de Daniel Dantas

BRASÍLIA - O ministro interino da Justiça, Luiz Paulo Teles Ferreira Barreto, informou que o Ministério da Justiça recebeu nesta sexta-feira os documentos do governo britânico com informações sobre o bloqueio de recursos do sócio do grupo Opportunity, Daniel Dantas, feito na quinta-feira (25).

Redação com Agência Brasil |

Acordo Ortográfico

Esses documentos narram o bloqueio dos recursos e a forma como poderemos fazer a repatriação. Nosso objetivo é, comprovando a vinculação desse dinheiro com o crime, conseguir sua repatriação.

Segundo Barreto o pedido do bloqueio ao governo britânico foi feito há 15 dias pelo Ministério da Justiça, atendendo a requisição do Ministério Público Federal.

Barreto participa do julgamento dos pedidos de anistia de religiosos vítimas da ditadura militar, que se realiza na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Bloqueio de US$ 46 milhões

O Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo confirmou nesta sexta-feira, por meio de nota, que o pedido de bloqueio dos US$ 46 milhões do Banco Opportunity, valor que estava depositado em duas contas do grupo no Reino Unido, foi feito pelo procurador da República Rodrigo de Grandis, baseando-se no fato de que alguns brasileiros seriam cotistas desses fundos, o que seria irregular e desrespeitaria uma determinação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Durante a deflagração da Operação Satiagraha, da Polícia Federal, foram investigados crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, gestão fraudulenta e outros delitos financeiros na gestão de dois fundos offshore do Opportunity: o Opportunity Fund e o Opportunity Unique Fund.

Tais fundos não poderiam obter aportes de pessoas físicas e jurídicas brasileiras, mas as investigações da Operação Satiagraha apontam justamente na direção contrária, diz a nota do MPF.

Por meio do Ministério da Justiça, o requerimento do MPF - que pedia o bloqueio das contas - foi atendido pelo Home Office britânico (órgão equivalente ao Ministério da Justiça), amparado em um acordo de cooperação internacional contra o crime organizado.

De acordo com a nota, as investigações que já estão em andamento e as que ocorrerão em virtude do bloqueio é que permitirão ao Ministério Público Federal apurar se houve o crime de lavagem de dinheiro.

Leia mais sobre: Operação Satiagraha

    Leia tudo sobre: daniel dantas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG