Justiça Federal ouve mais oito testemunhas de defesa no processo do mensalão

SÃO PAULO - No segundo dia de depoimentos de testemunhas de defesa do processo que investiga o esquema de venda de votos no Congresso Nacional, conhecido como mensalão, a juíza federal Silvia Maria Rocha deve ouvir na tarde desta terça-feira (26) oito pessoas.

Agência Brasil |

Entre as testemunhas estão dois doleiros: o uruguaio Najun Azario Flato Turner, que em 1992 ficou conhecido por participar da Operação Uruguai, e Miguel Jurno Neto, investigado pela Polícia Federal na Operação Satiagraha por suspeita de participação em um esquema montado pelo investidor Naji Nahas.

Além deles serão ouvidos Francisco Fernandez, Luiz Tedesco Filho, Marcelo Sepúlveda, José Aparecido Costa de França, Ubirajara dos Santos Macieira e Fabiana Rodriguez Calzado.

As testemunhas de defesa são ouvidas a portas fechadas na 2ª Vara Criminal Federal de São Paulo, seguindo determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) onde tramita o processo.

Até o dia 5 de junho, 96 pessoas serão ouvidas no total, entre elas o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, o ex-ministro da Fazenda Maílson da Nóbrega e o ex-deputado federal Luiz Eduardo Greenhalgh. Os depoimentos desta semana estão sendo acompanhados pelo procurador da República Rodrigo de Grandis.

Leia mais sobre: mensalão

    Leia tudo sobre: mensalão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG