O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por unanimidade, não cassar o mandato do governador de Roraima, José Anchieta Júnior (PSDB), por ausência de provas concretas. Os ministros seguiram o voto do relator, ministro Fernando Gonçalves.

O governador foi acusado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) por abuso de poder político, econômico, compra de votos, conduta vedada a agente público e fraude eleitoral nas eleições de 2006.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.