Justiça do RJ proíbe emissora de falar sobre Sasha

RIO DE JANEIRO ¿ A Justiça do Rio de Janeiro manteve a decisão que proibiu a Rede TV de fazer qualquer referência a Sasha Meneghel em programas de televisão ou em qualquer outro meio de comunicação.

Agência Estado |

A ação foi representada por sua mãe, a apresentadora Xuxa Meneghel, depois que sua filha se tornou alvo das sátiras dos humoristas do "Pânico na TV", em setembro desse ano.

Os integrantes do programa teriam feito piadas após Sasha, de 11 anos, ter escrito uma palavra de forma incorreta no microblog Twitter.

Para o relator do processo, desembargador Gilberto Dutra Moreira, houve violação do direito à honra e à imagem da menina, que foi submetida à execração pública. Segundo a decisão, será cobrada multa de R$ 5 mil por cada ato que caracterize descumprimento da medida.

    Leia tudo sobre: xuxa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG