Justiça determina afastamento de prefeito no RS

RIO GRANDE DO SUL - A Justiça Federal de Canoas, no Rio Grande do Sul, determinou nesta quinta-feira o afastamento do prefeito, do vice-prefeito e do secretário de Educação do Município de Sapucaia do Sul, acusados de improbidade administrativa, em suposta fraude na compra de merenda escolar pela prefeitura.

Agência Estado |

Além do prefeito, Marcelo Machado, e do vice, são réus na ação outros 19 servidores e ex-servidores municipais, as empresas SP Alimentação, Gourmaitre Cozinha Industrial, Verdurama Comércio de Alimentos e seus representantes.

Em sua decisão, o magistrado Guilherme Pinto Machado afirma que "chama a atenção o fato de o prefeito municipal ter sido mais de uma vez advertido pelo MPF quanto às irregularidades, sempre alcançando uma forma de contratar a empresa SP e depois a Verdurama". Foi decretada a indisponibilidade de imóveis e veículos em nome do chefe do Poder Executivo e de sua esposa.

Leia mais sobre: Rio Grande do Sul

    Leia tudo sobre: prefeitos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG