Justiça decreta prisão de suspeito de pedofilia em PE

O juiz de Araripina, Ricardo da Silva Neto, decretou a prisão preventiva de um suspeito de 38 anos por abuso sexual de pelo menos cinco crianças com idade entre seis e nove anos. As meninas estudavam no colégio de propriedade de sua esposa, no distrito de Nascente, em Araripina, no sertão pernambucano, a 692 quilômetros do Recife.

Agência Estado |

Ele está foragido há uma semana, depois de formalizada a primeira denúncia, pela mãe de uma das vítimas.

A conselheira tutelar de Araripina, Cícera de Carvalho, acompanhou ontem, no Recife, as cinco crianças cujas mães denunciaram abusos. Elas se submeteram a exame sexológico no Instituto de Medicina Legal (IML). Os exames apontarão se houve estupro ou atentado violento ao pudor. O resultado deve ficar pronto em 20 dias. As meninas também foram atendidas no Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP). Duas delas estavam com infecção na área genital.

A delegada de Araripina, Lívia Maria Callou, responsável pelo caso, acredita que o número de crianças abusadas pode ser muito maior. Ela passou o dia hoje na busca do foragido. De acordo com ela, o suspeito usava sua filha adotiva, de 8 anos e também estudante da escola, para atrair as vítimas. As mães afirmaram acreditar na inocência da dona da escola, mulher do acusado, que disse desconhecer o fato.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG