Justiça de Varginha recebe auxílio após soltar 40 presos

Presos foram libertados porque juízes estão sobrecarregados e não podem julgar os processos de prisão preventiva no prazo da lei

iG São Paulo |

Após a libertação de 40 presos sem julgamento em Varginha (MG), o juiz Oilson Hoffman, da Vara Criminal do município, terá um juiz de direito para auxiliar a Comarca.

Os presos foram libertados porque os juízes estão sobrecarregados - e o Judiciário não pode julgar os processos de prisão preventiva dos 40 presos no prazo previsto na lei. O anúncio sobre a promoção do juiz Wagner Aristides Machado da Silva Pereira foi feito pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG). Ele deve assumir o cargo nos próximos dias. 

O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Cezar Peluso, enviou na última terça-feira ofício ao presidente do TJ-MG, Sérgio Antônio Dias de Resende, pedindo esclarecimentos sobre a libertação dos presos. Peluso estabeleceu o prazo de 15 dias para a resposta.

    Leia tudo sobre: Justiça

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG