Justiça de MG aceita denúncia contra senador tucano e mais dez acusados de desvio de recursos públicos

A juíza da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, em Minas Gerais, Neide da Silva Martins, aceitou nesta quinta-feira denúncia contra 11 dos 14 acusados de envolvimento no chamado ¿mensalão mineiro¿ - suposto esquema de desvio de recursos públicos para a campanha à reeleição de Eduardo Azeredo (PSDB) ao governo do estado, em 1998. Eles vão responder na Justiça Estadual pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro.

Agência Brasil |

O senador Eduardo Azeredo vai responder ao processo no Supremo Tribunal Federal (STF) por ter prerrogativa de foro.

Em maio do ano passado, o relator do caso na Corte, ministro Joaquim Barbosa, determinou que parlamentar respondesse aos crimes no Supremo.

Entre os citados estão o empresário Marcos Valério ¿ apontado como articulador do esquema - e o ex-ministro de Relações Institucionais da Presidência da República Walfrido Mares Guia. A juíza rejeitou denúncia contra três acusados, alegando falta de elementos.

Saiba mais sobre mensalão

    Leia tudo sobre: mensalãomensalão mineiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG