Justiça condena SuperVia por retirar passageiro de trem

A SuperVia foi condenada pela Justiça do Rio a pagar R$ 6 mil de indenização por ter retirado indevidamente um passageiro de uma de suas composições. A decisão é dos desembargadores da 1ª Câmara Cível.

Agência Estado |

Tiago de Jesus ia para o trabalho de trem, quando foi arrancado de dentro do vagão por seguranças da concessionária, sob a alegação de que estava obstruindo o fechamento das portas.

Ele negou que estivesse atrapalhando, mas mesmo assim foi conduzido à delegacia policial. Sua mãe, Cristina Campos, teve que sair do trabalho para buscá-lo. Mãe e filho receberão R$ 2 mil e R$ 4 mil, respectivamente. Segundo a relatora do processo, desembargadora Maria Augusta Vaz de Figueiredo, a concessionária não apresentou provas que comprovassem o justo motivo para a retirada de Tiago do vagão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG