Justiça condena acusados de cobrar propina de Cassol

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) condenou hoje um deputado estadual, oito ex-deputados e um ex-assessor acusados de cobrar propina do governador Ivo Cassol (sem partido) em troca de apoio político. De acordo com o TJ-RO, foram condenados os ex-deputados José Carlos de Oliveira (Carlão de Oliveira), Amarildo Almeida, José Emílio Paulista Mancuso de Almeida (Emílio Paulista), João Batista dos Santos (João da Muleta), Haroldo Franklin de Carvalho Augusto dos Santos (Haroldo Santos), Ronilton Rodrigues Reis (Ronilton Capixaba), Daniel Neri de Oliveira e Ellen Ruth Catanhede Salles Rosa.

Agência Estado |

O atual deputado João Ricardo Gerolomo de Mendonça (Kaká Mendonça) e o ex-assessor da Assembléia, Moisés José Ribeiro de Oliveira, também foram condenados. O grupo deve responder por formação de quadrilha, concussão (extorsão praticada por funcionário público) e corrupção passiva. Eles ainda podem recorrer da decisão. As penas variam de seis a 17 anos de prisão. O relator do processo foi o desembargador Marcos Alaor Diniz Grangeia.
Ainda segundo o TJ-RO, o Ministério Público ofereceu a denúncia em agosto de 2006 e o tribunal a recebeu em julho de 2007, com base em fitas de vídeo gravadas pelo governador do Estado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG